Prisão para as vítimas

Tribuna de Petrópolis, 16 de fevereiro de 2012
Coluna AnimaVida
Página CÃES, GATOS E OUTROS BICHOS
PRISÃO PARA AS VÍTIMAS
Uma visita ao CETAS (Centro de Triagem de Animais Silvestres), órgão ligado ao IBAMA, localizado no município de Seropédica, RJ, nos faz refletir sobre uma triste ironia.
Afinal, o que é um CETAS? Segundo a Lei n. 5.197, de 1967, os animais silvestres são propriedade do Estado, no caso, a União.  Os CETAS têm a finalidade de recepcionar, triar e tratar os animais silvestres resgatados ou apreendidos pelos órgãos fiscalizadores, assim como eventualmente, receber animais silvestres de particulares que os estavam mantendo em cativeiro, de forma irregular, como animais de estimação.
Em tese, portanto, deveríamos acreditar que houvesse uma preocupação com os animais e que tudo fosse feito para que eles fossem reinseridos na Natureza em sua grande maioria. Entretanto, não é o que acontece. O que vimos em nossa visita foram viveiros lotados, recebendo recursos insuficientes para o tratamento e manutenção dos animais. Mesmo com uma equipe de trabalho dedicada, como é o caso do CETAS de Seropédica, milagres não acontecem.
É muito triste olhar para aquele cenário, onde vítimas inocentes estão aprisionadas, enquanto seus algozes estão livres por aí, pagando cestas básicas de valor irrisório. Só podemos concluir que o Estado não cuida, como deveria, daquilo que considera seu patrimônio. E o que é pior, priva nossas matas desses animais tão preciosos para sua renovação.
Nos fez lembrar da manifestação nacional realizada em 22 de janeiro último, pedindo penas mais severas para quem maltrata animais. Se isso já ocorresse, teríamos o consolo de ver criminosos atrás das grades, e não suas vítimas.

 

Deixe uma resposta